O PECADO DE NAO ORAR

Hoje começei a ler um livro sobre oração, indicado na reunião da equipe de louvor, de John R. Rice - O Pecado de Não Orar, esse simpático senhor nasceu em 1895 e publicou 22.923 entre cartas e periódicos, segue abaixo as citações interessantes extraídas desse livro para meditarmos.


"A falta de oração é um estado de inimizade com Deus […] todos os fracassos que nos sobrevêm são por não orarmos. A falta de almas salvas em nosso ministério, é principalmente, devido à ausência de oração"


"O não orar constantemente é é desobedecer e pecar. Se por um pouco de tempo não oramos como deveríamos, pecamos. E se esse pecaminoso descuido pela oração continua, com pequenas interrupções, por horas, dias, semanas, meses e até anos, como sucede na vida de muitos cristãos, então não orar é um pecado muito extenso e habitual"


"Não orar é pecado porque abre a porta a todos os demais pecados (Mc 14.8)"


"A oração é o remédio contra a tentação"


"Há um provérbio que diz que o diabo treme quando vê ajoelhado o mais débil santo"


"A oração fará com que um homem deixe de pecar. Por outro lado, o pecado seduzirá o homem que deixa de orar" John Bunyan


"Creio que Deus suspenderia a guerra e nos daria a vitória mais depressa se orássemos como deveríamos e, assim, milhões de vidas seriam salvas"


"Se o crente orar de forma intensa, o seu ministério será poderosamente pelo Espírito de Deus para salvar almas"


"Se nosso coração tivesse mais fome de Deus, oraríamos mais. Se realmente nos alegrássemos na Sua presença, nós O buscaríamos mais. Se nos agradasse orar, mais que qualquer outra coisa, então oraríamos mais. Estaríamos prontos a ler menos, a comer menos, a dormir ou nos nos divertir menos, para sobrar mais tempo para a oração. Não orar demonstra que realmente não temos gozo em Deus"


"Não há dúvida de que se tirarmos da soma total das nossas orações todas as que foram feitas por obrigação, e para sermos vistos pelos homens, o pouco que sobra dará a medida exata da nossa fé em um Deus que ouve e responde nosso clamor"


"Orar é um trabalho pesado, pois exige pensar, concentrar e persistir. Temos de vencer todos os obstáculos para que a verdadeira oração aconteça. É preciso esforço para não ceder ao desânimo, nem à tentação de desistir"


"Não orar prova que Deus não é prioridade para nós, Ele não está em primeiro lugar em nosso amor e interesse, outras coisas são prioridade para nós"


"Gostaria de sugerir que você contasse o tempo que gasta com seus entertenimento e comparasse com o que gasta em oração. Será que você se interessa mais pelo seu passatempo do que por Deus, pela sua palavra, pelas suas bençãos e seu poder? É bom ler, e a Bíblia recomenda a boa leitura; porém compare o tempo que você gasta lendo com o tempo que gasta em oração. Qual é a sua preferência? Será que a nossa falta de oração não prova que estamos dando a ela menos importância do que quase tudo mais? Será que isso não quer dizer que o nosso amor, o nosso interesse e os nossos desejos estão focalizados em outras coisas?"


"D. L. Moody levantava-se regularmente às quatro horas para poder ter, pelo menos, uma hora completa com Deus, em oração e leitura da Bíblia, antes que qualquer outra pessoa da casa despertasse. Hudson Taylor tinha o hábito de despertar à meia-noite para passar uma ou duas horas initerruptas com Deus. C. T. Studd, na África, levantava-se para orar às três da manhã. É um fato surpreendente que os homens que mais trabalharam para Deus foram aqueles que mais tempo passaram em oração. Nossas desculpas são inaceitáveis. Não oramos porque não cremos que a oração seja tão importante como as outras coisas que fazemos. Pensamos que comer, dormir, visitar e pregar é mais importante do que orar. A nossa falta de oração prova que outras coisas estão em primeiro lugar em nossa estima e amor"


"Sem Bíblia, sem café da manhã"


"Que o Senhor nos ajude a buscá-lo nas madrugadas, seguindo o bom exemplo de muitos que conseguiram e têm conseguido forças para sair da cama, ainda que cansados e sonolentos. E a verdade é que todos estes têm conquistado muito na presença do Senhor, enquanto os demais continuam dormindo"


"Façamos da oração a grande meta da nossa vida"


"Que eu não me deixe envolver por tantas atividades, para poder gastar tempo no Santo dos Santos, onde é possível viver o Céu na Terra. Onde se pode ouvir a voz do Pai. Onde se recebe a sabedoria do alto, e a energia divina, e a unção do Espírito Santo de Deus, para que o obreiro de Deus faça a Sua obra não com a força do braço da carne, mas na plena força de Deus no homem. No homem que ora!"


"O caminho e a porta de entrada é a oração. A oração prolongada. A oração que gasta tempo com Deus. A oração de adoração, de louvor, de comunhão, quando o crente fica na presença do eterno, sem pressa, sem correria, e abre sua boca adorando e exaltando seu Deus e Pai. E continua em Sua presença declarando e proclamando os textos da Bíblia que vem memorizando há anos. E prossegue, louvando-o por suas obras poderosas e por tudo o que ele fez por nós, ou nos deu,  ou nos dirigiu, ou nos abençoou de tantas maneiras. Dentro desse céu, no Santo dos Santos, na presença do Eterno, o crente nem mesmo se lembra de pedir-lhe coisa alguma, pois o que mais deseja é que Ele receba todo o louvor, toda glória, toda adoração, toda exaltação"